05/12/2012 | Processo Seletivo Professor Temporário 2.013
Fonte: C. Convênios

A Secretaria Municipal da Educação de Assis receberá a partir de sexta-feira, dia 07 de dezembro de 2012, as inscrições do Processo Seletivo para o ano letivo de 2.013, para contratação de professores temporários de Educação Básica: PEB I, PDI e  PEB II, para que a inscrição possa ser efetivada, é necessesário possuir formação na área em que deseja atuar. As inscrições são gratuitas e serão recebidas até o dia 13 de dezembro de 2.012, por meio do site http://www.educacaoassis.com.br/ através do link inscrições

O período para a entrega dos títulos será de 10/12 a 14/12 até às 18h, na Secretaria Municipal da Educação de Assis, sempre das 8h às 12h e das 14h às 18h, mediante a apresentação da cédula de identidade (xérox), CPF (xérox), cópia da certidão de nascimento de filhos menores/dependentes, comprovante da habilitação na modalidade pretendida (conforme anexo II) e certificados de títulos conforme edital.

O processo seletivo constará de duas etapas, sendo a primeira uma prova escrita e a segunda, a prova de títulos. A prova escrita marcada para o dia 13 de janeiro de 2013, na FEMA, sendo que para faze-la, o candidato deverá comparecer ao local  com meia hora de antecedência munido do R.G e do protocolo de inscrição, caneta preta ou azul, lápis e borracha.

A Secretaria Municipal da Educação lembra ainda que, o candidato com necessidade especial participará do Processo Seletivo junto aos demais candidatos, em igualdade de condições no que diz respeito ao conteúdo e à avaliação das provas, sendo que o mesmo deverá entregar declaração do tipo  e grau de deficiência que apresenta, conforme previsto no edital nº 46/2.012.
 

EDITAL nº 46/2.012 

EDITAL de Retificação nº 48/2.012

 

 

BIBLIOGRAFIA:


              PROFESSORES PEB II - EDUCAÇÃO FÍSICA

 

Oficinas Curriculares de Atividades Esportivas e Motoras ESPORTE/ GINÁSTICA/ JOGO - CICLOS I e II – Caderno de Oficinas Curriculares - CENP - São Paulo, 2007.

Cadernos Curriculares Oficina de Educação Física

 ·        FREIRE, João Batista. Educação de Corpo Inteiro: Teoria e prática da educação física. São Paulo: Scipione, 2002.

 ·        BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais - Ensino Fundamental – 1ª a 4ª séries: vol. 7 – Educação Física. Brasília: MEC/SEF, 1998 .

·        EDUCAÇÃO INTEGRAL - Escola de Tempo Integral / Aluno em Tempo Integral – CENP – São Paulo, 2011.

· Estatuto da Criança e do Adolescente - Lei  8069/90. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8069.htm

 

PROFESSORES PEB II – INGLÊS

 

·        Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental de 9 (nove) anos

         Parecer CNE/CEB Nº: 11/2010 - APROVADO EM: 7/7//2010

         Resolução CNE/CEB Nº: 07/2010

 

·        PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS – 5ª A 8ª SÉRIES (INGLÊS)

·        SELBACH, Simone. Língua Estrangeira e Didática. Petrópolis: Vozes, 2010.

 ·        Estatuto da Criança e do Adolescente - Lei  8069/90. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8069.htm

 

PDI – PROFESSOR DE DESENVOLVIMENTO INFANTIL

 

·         Brasil. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica.

          Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil /

          Secretaria de Educação Básica. – Brasília : MEC, SEB, 2010.
 

·         BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial Curricular Nacional para Educação Infantil. Vol. 2 –

          formação Pessoal e Social e vol. 3 Conhecimento de Mundo. Brasília: MEC/SEF, 1998.

·         Diretrizes Curriculares Nacionais Para Educação Básica

          Vol. II

          Vol. III

·         Resolução Cne / Ceb Nº 4, De 13 De Julho De 2010

·         Parecer Cne / Ceb Nº 7, De 07 De Abril De 2010

          Estatuto da Criança e do Adolescente - Lei 8069/90.

         

 PROFESSOR - PEB I

 

·         Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental de 9 (nove) anos

           Parecer CNE/CEB Nº: 11/2010 - APROVADO EM: 7/7//2010

           Resolução CNE/CEB Nº: 07/2010

 ·         Estatuto da Criança e do Adolescente - Lei  8069/90. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8069.htm

 ·         GUIA CURRICULAR PARA O ESTADO DE SÃO PAULO – 1ª A 4ª SÉRIES.

 ·         PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS – 1ª A 4ª SÉRIES (TODAS AS ÁREAS)

 

·         BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial Curricular Nacional para Educação Infantil. Vol. 2 –

          formação Pessoal e Social e vol. 3 Conhecimento de Mundo. Brasília: MEC/SEF, 1998.

·         Diretrizes Curriculares Nacionais Para Educação Básica

          Vol. II

          Vol. III

 

·         Brasil. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica.

          Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil /

          Secretaria de Educação Básica. – Brasília : MEC, SEB, 2010.


Capítulos dos livros abaixo:

 

·        Avaliação enquanto mediação. In: HOFFMANN, Jussara. Mito e Desafio. 17ª edição. Porto Alegre: Educação & Realidade, 1995. Pág. 65 a 81.

·        Capítulo 4 - É possível ler na escola. In: LERNER, Delia. Ler e Escrever na Escola: o real, o possível e o necessário. Porto Alegre: Artmed, 2002. Pág. 73 a 102.

 ·        Capítulo 5 - O Papel do Conhecimento Didático na Formação do Professor. In: LERNER, Delia. Ler e Escrever na Escola: o real, o possível e o necessário. Porto Alegre: Artmed, 2002. Pág. 103 a 117.

 ·        Capítulo 2 - A Construção do Conhecimento sobre a Escrita. In: TEBEROSKY, Ana. Aprender a Ler e a Escrever: uma proposta construtivista. Trad. Ana Maria Neto Machado. Porto Alegre: Artmed, 2003. Pág. 41 a 69.

·        Capítulo 3 - Um Modelo de Ensino da Linguagem e da Alfabetização. In: TEBEROSKY, Ana. Aprender a Ler e a Escrever: uma proposta construtivista. Trad. Ana Maria Neto Machado. Porto Alegre: Artmed, 2003. Pág. 75 a 99.

·        Capítulo 4 - O Ambiente Material e Social e o Papel do Professor na Sala de Aula. In: TEBEROSKY, Ana. Aprender a Ler e a Escrever: uma proposta construtivista. Trad. Ana Maria Neto Machado. Porto Alegre: Artmed, 2003. Pág. 103 a 142.

 ·        Capítulo 5 - O Sistema de Numeração: um problema didático. Delia Lerner e Patrícia Sadovsky. In: PARRA, Cecília. A Didática da Matemática: Reflexões Psicopedagógicas. Porto Alegre: Artmed, 2008. Pág. 73 a 155. 

 ·        Capítulo 1 - Fundamentando o trabalho com jogos. In: STAREPRAVO, Ruth. Jogando com a Matemática: Números e Operações. Pág. 10 à 73.

 ·        Capítulo 3 – O que sabe uma criança que parece não saber nada. In: WEISZ, Telma. O diálogo entre o ensino e a aprendizagem. São Paulo: Ática, 2002. 2ª ed. Pág. 39 a 54.

 ·        Capítulo 5 – Como fazer o conhecimento do aluno avançar.  In: WEISZ, Telma. O diálogo entre o ensino e a aprendizagem. São Paulo: Ática, 2002. 2ª ed. Pág. 65 a 82.

 ·        Capítulo 1 - Os Jogos nas Aulas de Matemática. In: SMOLE, Kátia Stocco (org.). Jogos de Matemática de 1º a 5º ano. Série Cadernos do Mathema – Ensino Fundamental. Porto Alegre: Artmed, 2007. Pág. 11 a 24.

 

                     PROFESSOR - OFICINAS CURRICULARES

       Oficina Curricular de Matemática

 

·        Oficina de Experiências Matemáticas Ciclos I e II – Caderno de Oficinas Curriculares - CENP - São Paulo, 2008.

·        Os jogos nas aulas de matemática. In. SMOLE, Katia Stocco, DINIZ, Maria Ignez, CÂNDIDO, Patrícia. Jogos de Matemática 1º a 5º ano. Cap. 1 - pág. 11-24. Cadernos do Mathema. Porto Alegre: Artmed, 2007.

·        BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais - Ensino Fundamental – 1ª a 4ª séries: vol. 3 – Matemática. Brasília: MEC/SEF, 1998 .

·        EDUCAÇÃO INTEGRAL - Escola de Tempo Integral / Aluno em Tempo Integral – CENP – São Paulo, 2011.

·        Estatuto da Criança e do Adolescente - Lei  8069/90. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8069.htm

·        Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental de 9 (nove) anos

         Parecer CNE/CEB Nº: 11/2010 - APROVADO EM: 7/7//2010

         Resolução CNE/CEB Nº: 07/2010

 

                  Oficina Curricular de Alfabetização e Letramento

 

·        Oficina de HORA DA LEITURA Ciclo I – Caderno de Oficinas Curriculares - CENP - São Paulo, 2007.

·        TEBEROSKY, Ana, COLOMER, Teresa. Aprender a Ler e a Escrever - uma proposta construtivista. Porto Alegre Artmed. 2002.

·        BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais- Ensino Fundamental – 1ª a 4ª séries: vol. 2 – Língua Portuguesa. Brasília: MEC/SEF, 1998 .

·        EDUCAÇÃO INTEGRAL - Escola de Tempo Integral / Aluno em Tempo Integral – CENP – São Paulo, 2011.

·        Estatuto da Criança e do Adolescente - Lei  8069/90. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8069.htm

·        Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental de 9 (nove) anos

          Parecer CNE/CEB Nº: 11/2010 - APROVADO EM: 7/7//2010

          Resolução CNE/CEB Nº: 07/2010

 

Oficina Curricular de Arte

·        Oficinas Curriculares de Linguagens Artísticas: TEATRO/MÚSICA/ DANÇA/ ARTES VISUAIS – Caderno de Oficinas

            Curriculares - CENP - São Paulo, 2007.

·        BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais - Ensino Fundamental – 1ª a 4ª                     séries:vol. 6 – Arte. Brasília: MEC/SEF, 1998.

·        BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais - Ensino Fundamental – 1ª a 4ª                     séries: vol. 10 – Pluralidade Cultural e Orientação Sexual. Brasília:MEC/SEF, 1998.

·          EDUCAÇÃO INTEGRAL - Escola de Tempo Integral / Aluno em 

Tempo Integral – CENP – São Paulo, 2011.

            Estatuto da Criança e do Adolescente - Lei 8069/90.

 

·          Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental de 9 (nove) anos

            Parecer CNE/CEB Nº: 11/2010 - APROVADO EM: 7/7//2010

 

            Resolução CNE/CEB Nº: 07/2010

 

Oficina Curricular de Educação Ambiental

 

·           Oficina de Orientação para Estudo e Pesquisa – Caderno de Oficinas Curriculares - CENP - São Paulo, 2007.

 

            Modos de Ensinar – In. MORAIS, Marta Bouissou. Ciências – Ensinar e Aprender. cap.4. Belo Horizonte. Dimensão,                     2009.

·          BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais - Ensino Fundamental – 1ª a 4ª                       séries: vol. 4 – Ciências Naturais e vol 9 - Meio Ambiente e Saúde. Brasília: MEC/SEF, 1998 .

            Ciências Naturais

            Meio Ambiente

·          EDUCAÇÃO INTEGRAL - Escola de Tempo Integral / Aluno em Tempo Integral – CENP – São Paulo, 2011.

·          Estatuto da Criança e do Adolescente - Lei 8069/90.

·          Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental de 9 (nove) anos

            Parecer CNE/CEB Nº: 11/2010 - APROVADO EM: 7/7//2010

            Resolução CNE/CEB Nº: 07/2010

 

Oficina Curricular de Informática

·          Oficina Curricular de Informática Educacional Ciclos I e II – Caderno de Oficinas Curriculares - CENP - São Paulo,                        2008. 

·          O Uso de Novas Tecnologias. In. MORAIS, Marta Bouissou. Ciências – Ensinar e Aprender. Pág. 96-105. Belo                                  Horizonte. Dimensão, 2009.

·          EDUCAÇÃO INTEGRAL - Escola de Tempo Integral / Aluno em Tempo Integral – CENP – São Paulo, 2011.

·          Estatuto da Criança e do Adolescente - Lei 8069/90.

·          Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental de 9 (nove) anos

            Parecer CNE/CEB Nº: 11/2010 - APROVADO EM: 7/7//2010

            Resolução CNE/CEB Nº: 07/2010

 

                             PROFESSOR - PEB II – EDUCAÇÃO ESPECIAL

 

             Disponível em:  http://portal.mec.gov.br/

  • SCHLÜNZEN, E; RINALDI , R.; SANTO S, D. Inclusão escolar: marcos legais, atendimento educacional especializado e possibilidade de sucesso escolar para pessoas com deficiência. In: UNIVER SIDADE ESTAD UAL PAULISTA. Prograd. Caderno de Formação: formação de professores didática geral. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2011, p. 148-160, v. 9.

              Disponível em: http://acervodigital.unesp.br/

  • GUENTHER, Z.C. Desenvolver capacidades e talentos: um conceito de inclusão

              – Petrópolis, RJ: Vozes, 2006.

  • Relatório Mundial sobre a Deficiência apresenta nove recomendações, 2012, P. 3-48

              Disponível em: http://www.pessoacomdeficiencia.sp.gov.br/

 



 

IMPRESSÃO REALIZADA NO SITE DA SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DE ASSIS - www.educacaoassis.com.br